“I Have to Feel Something”: Gringo Love in the Sexual Economy of Tourism in Natal, Brazil

“I Have to Feel Something”: Gringo Love in the Sexual Economy of Tourism in Natal, Brazil Baseada em pesquisa etnográfica conduzida em Natal, no nordeste brasileiro, eu examino como o amor com homens estrangeiros, que chamo de amor gringo, foi constituído como um reconhecível tropo emocional de mulheres brasileiras jovens, de baixa renda, negras ou miscigenadas. Eu situo o amor gringo dentro da racializada economia política do amor na região, e demonstro que ele não somente provém de padrões históricos de dependência de amor e sexo para construir elos de reciprocidade para avanços econômicos e sociais, como também sinaliza uma mudança em escala e significado nas práticas sexuais inter‐raciais. Ao contrário de suposições comuns sobre a alienação associada com o trabalho emocional do amor, “sentir algo” proporciona legitimação para engajar com homens estrangeiros e reflete os próprios projetos de auto‐construção das mulheres. Portanto, o amor gringo permite que mulheres se refaçam como sujeitos com mobilidade espacial e vertical, ao mesmo tempo que possibilita perturbar hierarquias locais. http://www.deepdyve.com/assets/images/DeepDyve-Logo-lg.png Journal of Latin American & Caribbean Anthropology Wiley

“I Have to Feel Something”: Gringo Love in the Sexual Economy of Tourism in Natal, Brazil

Loading next page...
 
/lp/wiley/i-have-to-feel-something-gringo-love-in-the-sexual-economy-of-tourism-3i9nwnEkMJ
Publisher
Wiley Subscription Services, Inc., A Wiley Company
Copyright
© 2018 American Anthropological Association
ISSN
1935-4932
eISSN
1935-4940
D.O.I.
10.1111/jlca.12243
Publisher site
See Article on Publisher Site

Abstract

Baseada em pesquisa etnográfica conduzida em Natal, no nordeste brasileiro, eu examino como o amor com homens estrangeiros, que chamo de amor gringo, foi constituído como um reconhecível tropo emocional de mulheres brasileiras jovens, de baixa renda, negras ou miscigenadas. Eu situo o amor gringo dentro da racializada economia política do amor na região, e demonstro que ele não somente provém de padrões históricos de dependência de amor e sexo para construir elos de reciprocidade para avanços econômicos e sociais, como também sinaliza uma mudança em escala e significado nas práticas sexuais inter‐raciais. Ao contrário de suposições comuns sobre a alienação associada com o trabalho emocional do amor, “sentir algo” proporciona legitimação para engajar com homens estrangeiros e reflete os próprios projetos de auto‐construção das mulheres. Portanto, o amor gringo permite que mulheres se refaçam como sujeitos com mobilidade espacial e vertical, ao mesmo tempo que possibilita perturbar hierarquias locais.

Journal

Journal of Latin American & Caribbean AnthropologyWiley

Published: Jan 1, 2018

Keywords: ; ; ; ;

References

You’re reading a free preview. Subscribe to read the entire article.


DeepDyve is your
personal research library

It’s your single place to instantly
discover and read the research
that matters to you.

Enjoy affordable access to
over 18 million articles from more than
15,000 peer-reviewed journals.

All for just $49/month

Explore the DeepDyve Library

Search

Query the DeepDyve database, plus search all of PubMed and Google Scholar seamlessly

Organize

Save any article or search result from DeepDyve, PubMed, and Google Scholar... all in one place.

Access

Get unlimited, online access to over 18 million full-text articles from more than 15,000 scientific journals.

Your journals are on DeepDyve

Read from thousands of the leading scholarly journals from SpringerNature, Elsevier, Wiley-Blackwell, Oxford University Press and more.

All the latest content is available, no embargo periods.

See the journals in your area

DeepDyve

Freelancer

DeepDyve

Pro

Price

FREE

$49/month
$360/year

Save searches from
Google Scholar,
PubMed

Create lists to
organize your research

Export lists, citations

Read DeepDyve articles

Abstract access only

Unlimited access to over
18 million full-text articles

Print

20 pages / month

PDF Discount

20% off