Get 20M+ Full-Text Papers For Less Than $1.50/day. Start a 14-Day Trial for You or Your Team.

Learn More →

State Capacity and Economic Development: The Advances and Limits of Import Substitution Industrialization in Brazil

State Capacity and Economic Development: The Advances and Limits of Import Substitution... Abstract: O artigo é um estudo sobre o processo de substituição de importações no Brasil (1930–1980). Dado o papel central desempenhado pelo Estado, os conceitos de state capacity e developmental state são utilizados para entender por que o processo não foi capaz de produzir resultados mais consistentes. O artigo mostra como o Estado aumentou seu envolvimento na economia após 1930, ampliando a sua capacidade de promover o desenvolvimento econômico. O artigo também enfatiza os obstáculos que limitaram a ação do estado e impediram que a estratégia produzisse um processo de desenvolvimento mais balanceado e auto-sustentado. Nesse sentido, este artigo é um estudo sobre as dificuldades de replicar os resultados favoráveis obtidos pelo developmental state no Japão e na Coréia do Sul. Dedica-se atenção especial ao período 1974–1978, quando o governo militar procurou implementar um ambicioso programa de reestruturação industrial. http://www.deepdyve.com/assets/images/DeepDyve-Logo-lg.png Luso-Brazilian Review University of Wisconsin Press

State Capacity and Economic Development: The Advances and Limits of Import Substitution Industrialization in Brazil

Luso-Brazilian Review , Volume 47 (2) – Jan 30, 2010

Loading next page...
 
/lp/university-of-wisconsin-press/state-capacity-and-economic-development-the-advances-and-limits-of-p920EFoxwj
Publisher
University of Wisconsin Press
Copyright
Copyright © University of Wisconsin Press
ISSN
1548-9957
Publisher site
See Article on Publisher Site

Abstract

Abstract: O artigo é um estudo sobre o processo de substituição de importações no Brasil (1930–1980). Dado o papel central desempenhado pelo Estado, os conceitos de state capacity e developmental state são utilizados para entender por que o processo não foi capaz de produzir resultados mais consistentes. O artigo mostra como o Estado aumentou seu envolvimento na economia após 1930, ampliando a sua capacidade de promover o desenvolvimento econômico. O artigo também enfatiza os obstáculos que limitaram a ação do estado e impediram que a estratégia produzisse um processo de desenvolvimento mais balanceado e auto-sustentado. Nesse sentido, este artigo é um estudo sobre as dificuldades de replicar os resultados favoráveis obtidos pelo developmental state no Japão e na Coréia do Sul. Dedica-se atenção especial ao período 1974–1978, quando o governo militar procurou implementar um ambicioso programa de reestruturação industrial.

Journal

Luso-Brazilian ReviewUniversity of Wisconsin Press

Published: Jan 30, 2010

There are no references for this article.